Botafogo demite Bruno Lage após sequência de resultados negativos

Botafogo, líder do Campeonato Brasileito está a 5 jogos sem vencer


Vitor Silva/ Botafogo
Após uma reunião crucial realizada nesta terça-feira, 3 de outubro, a diretoria do Botafogo, atual líder do Brasileirão, tomou a decisão de demitir o treinador português Bruno Lage. A medida foi tomada devido à sequência de resultados negativos e ao clima insustentável que pairava sobre a equipe.

O Botafogo vinha enfrentando uma série de desafios nas últimas semanas, registrando cinco jogos consecutivos sem vitória, com um saldo de quatro derrotas e apenas um empate. Durante esse período, a equipe sofreu sete gols e marcou apenas três.

Além dos problemas nos resultados, a insatisfação também se fazia presente dentro do elenco. A decisão de retirar Tiquinho Soares do time titular no último empate contra o Goiás, ocorrido na segunda-feira, 2 de outubro, foi um dos pontos de conflito mais recentes.

Em uma declaração publicada nas redes sociais, o clube expressou seu agradecimento pelo trabalho de Bruno Lage e anunciou que Lucio Flavio e Joel Carli assumirão interinamente o comando da equipe a partir desta quarta-feira, 4 de outubro.

Bruno Lage tinha um contrato com o Botafogo que se estendia até o final deste ano e estava sujeito a uma multa rescisória de pouco mais de R$ 4 milhões. Durante sua passagem pelo clube, Lage comandou a equipe em 15 jogos, obtendo quatro vitórias, sete empates e quatro derrotas.

A demissão de Bruno Lage representa uma mudança significativa no Botafogo, que tentará agora retomar seu desempenho vitorioso e manter sua posição de liderança no Brasileirão sob o novo comando técnico. A torcida aguarda com expectativa as próximas ações do clube em busca de melhores resultados.
Postagem Anterior Próxima Postagem