Ronaldo fala sobre a "rivalidade boa" com Messi: “Quem gosta de um, não tem de odiar o outro”


Reprodução

Cristiano Ronaldo concedeu uma entrevista coletiva na qual foi questionado sobre a rivalidade com Messi. O craque português deixou para trás a disputa pessoal com o argentino e enfatizou a importância de seus legados, destacando que ambos são amplamente respeitados em todo o mundo.

"Não vejo as coisas da mesma forma agora, a rivalidade pertence ao passado. Era uma rivalidade saudável, que os fãs apreciavam muito. No entanto, não se trata de 'se você gosta de Cristiano, deve odiar Messi' ou vice-versa. Ambos são jogadores excepcionais, ou melhor, extraordinários, que deixaram sua marca na história do futebol e continuam a fazê-lo. Somos admirados em todo o mundo."

"Acredito que o mais importante é que cada um de nós está seguindo seu próprio caminho, mesmo quando jogamos fora da Europa. Tenho acompanhado o que ele tem feito, e eu também tenho desempenhado meu papel de maneira sólida e constante. O legado persiste, mas a rivalidade não. Como já mencionei em outras ocasiões, não enxergo as coisas dessa maneira. Compartilhamos muitos anos no mesmo palco, 15 anos, e, embora eu não vá tão longe a ponto de dizer que somos amigos, pois nunca jantei com ele (risos), somos colegas de profissão e nos respeitamos mutuamente", completou Ronaldo.

Veja trecho da entrevista:


Postagem Anterior Próxima Postagem