Lewis Hamilton reclama de carro no GP da Áustria e chefe dispara: "apenas pilote"

Heptacampeão britânico expressa frustração com a dirigibilidade e recebe punição por infrações na pista


Zak Mauger/Motorsport Images
Lewis Hamilton expressou grande insatisfação com o desempenho do W14 no GP da Áustria, nona etapa da Fórmula 1 de 2023. Antes de garantir a sétima posição em Spielberg, o heptacampeão britânico fez diversas reclamações sobre a dirigibilidade do carro da Mercedes. As queixas foram tantas que o chefe da equipe alemã, Toto Wolff, até usou o rádio para se dirigir a Hamilton durante a prova, uma cena incomum nessa categoria.

"Toto Wolff pelo rádio disse: 'Lewis, sabemos que o carro está ruim. Por favor, apenas pilote'", relatou.

Na largada, Hamilton conseguiu ultrapassar Lando Norris e subir para a quarta posição, mas não conseguiu se aproximar das Ferraris que estavam à sua frente. Durante a corrida, o piloto da Mercedes também recebeu uma penalidade de 5 segundos por repetidas infrações aos limites da pista. A partir desse momento, o heptacampeão começou a apontar as violações de outros pilotos, como Sergio Pérez, da Red Bull Racing.


Postagem Anterior Próxima Postagem