Fernando Diniz é anunciado como novo técnico interino da seleção brasileira

Fernando Diniz, atual técnico do Fluminense é anunciado como novo técnico da Seleção Brasileira nesta quarta-feira (5/7) 


Divulgação/CBF
Na noite de terça-feira (4), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou o nome do novo técnico interino da seleção brasileira masculina de futebol. Fernando Diniz, atual treinador do Fluminense, assumirá o comando da equipe por um ano, a partir de setembro, coincidindo com o início das eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. Além disso, ele será responsável por liderar o Brasil nos amistosos e na próxima edição da Copa América.

Diniz substituirá Ramon Menezes, que assumiu a seleção temporariamente em junho deste ano, tendo obtido resultados mistos nos três primeiros amistosos. A seleção perdeu para Marrocos e Senegal, mas obteve uma vitória contra Guiné.

Em um depoimento ao site da CBF, Diniz expressou sua felicidade com o convite e a convocação, afirmando que dará o seu melhor em prol da CBF e do futebol brasileiro. O treinador também destacou a realização de um sonho ao trabalhar ao lado de grandes jogadores, alguns dos quais foram seus atletas quando ainda eram jovens. Entre os nomes que vêm à mente de Diniz estão Bruno Guimarães e Antony.

Embora assuma a seleção, Fernando Diniz seguirá treinando o Fluminense simultaneamente, conciliando as duas responsabilidades. O contrato do treinador com a seleção terá a mesma duração prevista para a chegada do técnico italiano Carlos Ancelotti, previsto para meados do próximo ano. Ancelotti, atualmente vinculado ao Real Madrid até junho de 2024, assumirá o comando da equipe brasileira após a Copa América.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, ressaltou que Diniz será convocado para treinar a seleção durante os períodos de Datas FIFA, quando os jogos no Brasil são interrompidos. A intenção é evitar conflitos nas atividades do treinador à frente do Fluminense. A contratação de Diniz foi possível graças a negociações entre a CBF e Mário Bittencourt, presidente do clube carioca.

Rodrigues explicou aos jornalistas que a escolha de Diniz se deu devido ao seu trabalho inovador. Segundo o presidente da CBF, o treinador possui uma proposta de jogo bastante semelhante àquela do futuro técnico da seleção, Ancelotti. Ambos compartilham praticamente o mesmo estilo de jogo, o que tornou a decisão ainda mais adequada.

Com essa nova oportunidade em sua carreira, Fernando Diniz terá a chance de mostrar seu talento e contribuir para o sucesso da seleção brasileira masculina de futebol. A expectativa é de uma gestão promissora e resultados positivos sob seu comando nos próximos desafios do Brasil nos gramados internacionais.
Postagem Anterior Próxima Postagem